Feriado de Tiradentes: Entenda a Inconfidência Mineira

Dia 21 de abril é um feriado nacional em homenagem a Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido como Tiradentes. Mas se você não conhece ou não lembra do período histórico em que ele viveu, você precisa ler esse artigo. Até porque um bom candidato ao Enem passa o feriado estudando, certo?

A Inconfidência Mineira aconteceu no século XVIII, período em que o Brasil ainda era colônia de Portugal. Nessa época, a atividade econômica mais em alta no Brasil era a mineração (ciclo do ouro). Porém, na segunda metade do século, houve um enfraquecimento da economia mineradora devido a uma série de acontecimentos paralelos como aumento do contrabando de ouro, escassez da reserva mineral, profunda dependência econômica com Portugal, altos impostos cobrados pela metrópole etc.

Com isso, Portugal aumentou ainda mais os impostos sobre o ouro, criando algumas novas leis, entre elas, a Derrama: cada região de exploração de ouro deveria pagar 100 arrobas de ouro por ano para Portugal. Quando a cota não fosse atendida, soldados invadiam residências e apreendiam pertences para completar o valor estabelecido.

Revoltados com essa situação econômica e política, alguns membros da elite brasileira começaram a se reunir e articular planos para conquistar a Independência do Brasil. Em Minas Gerais, o grupo era liderado por Tiradentes, Tomas Antônio Gonzaga, Cláudio Manuel da Costa, Inácio de Alvarenga, entre outros nomes.

Os ideais defendidos por esse grupo eram influência da corrente filosófica Iluminismo que estava em ápice na Europa. O símbolo abaixo foi o lema da Inconfidência e foi tão influente em Minas Gerais que se tornou bandeira do Estado.

bandeira MG

A tradução da frase, mesmo que não pareça, significa “Liberdade ainda que tardia”. Mas, calma, você não é o único a já ter traduzido errado. Veja abaixo uma estrofe da poesia “Pátria Minha”, de Vinícius de Moraes, que cita o lema.

Mais do que a mais garrida a minha pátria tem
Uma quentura, um querer bem, um bem
Um libertas quae sera tamem
Que um dia traduzi num exame escrito:
“Liberta que serás também”
E repito!

No ano de 1789, esse grupo pretendia proclamar a independência da República e do Estado de Minas Gerais no dia da cobrança da Derrama, para conseguir apoio popular, já que a cobrança abusiva dos impostos sobre o ouro era bastante repudiada entre todos.

Entretanto, um dos líderes, Joaquim Silvério dos Reis, denunciou o movimento em troca do perdão de suas dívidas com Portugal. Como os envolvidos faziam parte da elite brasileira, poucos foram os condenados à prisão. Tiradentes, que era menos influente economicamente, foi condenado à morte por enforcamento e esquartejamento como forma de reprimir revoltas.

Agora que você já sabe mais sobre o contexto histórico que marca esse feriado, recomendamos a leitura deste artigo do site História Digital com 15 curiosidades sobre Tiradentes. Assim você conhecerá além do que os livros didáticos contam e entenderá como a história é construída.

E como hobby de vestibulando é assistir filme de História e documentário, deixamos aqui uma lista de filmes sobre Tiradentes e a Inconfidência Mineira, direto do Youtube. Que tal dar uma olhada e escolher um para assistir hoje?

Bom estudo e bom feriado (se é que podemos desejar as duas coisas numa frase só, mas vai valer a pena!).