Estudando os Níveis de Organização na Biologia

Quando falamos em um assunto, independente da área, costumamos partir do passo mais elementar, e assim expandir até abranger toda a área possível. É assim na física, na química, na biologia e assim por diante. Em virtude disso, o nosso objetivo de hoje é listar quais são os níveis de organização dentro da biologia. Para isso, vamos partir dos níveis de organização mais elementares, até conseguirmos abranger todo o planeta. Começaremos a partir do nível mais elementar, até atingir a formação de um indivíduo.

  • Átomos: este é o primeiro nível de organização que vamos estudar. O átomo é composto por uma distribuição de prótons, elétrons e nêutrons, e a partir da sua junção se dá origem aos variados estados físicos da matéria;
  • Moléculas: as moléculas são o nosso segundo nível hierárquico. Uma molécula é basicamente uma junção de átomos, os quais podem ser agrupados de diversas maneiras. Por exemplo a água (H2O) é composta por dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio;
  • Organelas: as organelas são estruturas que se localizam no citoplasma das células eucariontes, e que funcionam como uma espécie de órgãos destas células, porém em uma escala muito menor;
  • Célula: é a primeira unidade funcional de vida, e pode ser encontrada tanto em células eucariontes como nas procariontes;
  • Tecido: os tecidos são agrupamentos de células, que realizam as mesmas funções e apresentam a mesma estrutura. Os tecidos apresentam diversas funções, como exemplo a nossa pele, que é um tecido responsável pela troca de calor entre o corpo e ambiente, pela proteção e diversas outras atividades;
  • Órgãos: os órgãos, por sua vez, são classificados como agrupamentos de tecidos, que também apresentam a mesma função. Por exemplo o coração, que é um órgão formado por tecido muscular cuja finalidade é realizar o bombeamento de sangue para todo o corpo;
  • Sistema: os sistemas são entendidos como um conjunto de vários órgãos ligados entre si, que realizam funções complexas. Por exemplo o nosso sistema digestivo, composto por boca, língua, esôfago, estômago, e intestinos grosso e delgado, cada órgão desempenhando uma função específica;
  • Indivíduo: um indivíduo é classificado como um conjunto de sistemas, como nós seres humanos, que reunimos sistemas nervoso, cardíaco, digestivo, entre outros.

Vejamos agora os níveis de organização dos indivíduos:

  • Espécie: as espécies são entendidas como um conjunto de indivíduos semelhantes, que são capazes de se reproduzir entre si e gerar descendentes férteis, o que é importante para a perpetuação da espécie;
  • População: a população, por sua vez é classificada como o agrupamento de indivíduos de uma mesma espécie, com a capacidade de realizar interações entre si, como a reprodução, procurar comida e até mesmo a eleição de líderes. É dos níveis de organização mais utilizados;
  • Comunidade: uma comunidade é classificada como o agrupamento de diversas populações em um mesmo habitat. Por exemplo uma árvore, que serve de habitat par formigas, cupins, fungos e outras populações diferentes;
  • Ecossistema: é o agrupamento de diversas comunidades, de maneira e interações muito mais complexas, como as relações intraespecíficas e interespecíficas e;
  • Biomas: são os conjuntos de diferentes ecossistemas, podendo ser de seis diferentes tipos (veja aqui os tipos de biomas!).

Desta forma, estudamos os níveis de organização dentro da biologia. Cabe ressaltar que dentro de cada um destes tópicos citados existem grupos específicos destinados a estudá-los, uma vez que envolvem uma complexidade muito grande. No entanto, conhecer esta hierarquia é importante para possuir uma noção relativa ao tamanho e abrangência de cada grupo!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *