Estudando os Diferentes Tipos de Estruturas Geológicas

Em nosso artigo de hoje vamos estudar sobre um conceito importante de geografia, que são as estruturas geológicas. Além de entender o que são as estruturas geológicas, vamos também apresentar quais os seus tipos, além de quais estruturas ocorrem no Brasil.

A estrutura geológica de uma região é muito importante para o desenvolvimento da localidade, uma vez que é sobre ela que a civilização irá se desenvolver. As estruturas geológicas são definidas como o conjunto de rochas que estão em determinada região. Essas rochas foram formadas ao longo do tempo, há milhares e milhões de anos atrás, e devido principalmente a ação de agentes modificadores, se tornaram diferentes estruturas. São três os tipos de estruturas geológicas classificadas atualmente: Escudos cristalinos, bacias sedimentares e dobramentos modernos.

Escudos cristalinos

Os escudos cristalinos, também denominados maciços antigos ou crátons, são as formações geológicas mais antigas, que foram formadas nas primeiras eras geológicas de nosso planeta. São estruturas compostas basicamente por rochas ígneas ou magmáticas, e que apresentam uma grande quantidade de recursos minerais (tais como ouro, ferro, prata, alumínio, entre outros). Outra característica importante é que se tratam de regiões estáveis do ponto de vista geológico, ou seja, são regiões que não apresentam atividade vulcânica ou terremotos.

Os escudos cristalinos estão presentes em 36% do território brasileiro. Em nosso país, são dois os escudos cristalinos: o Escudo das Guianas, que está localizado no extremo Norte do Brasil, região que faz divisa com as Guianas e o Escudo Brasileiro, que ocupa grande parte da região litorânea do nosso país, além de porções dos estados de Goiás, Pará e Mato Grosso. Veja no mapa a seguir a distribuição das estruturas geológicas no Brasil:

Bacias sedimentares

Outra estrutura geológica que vamos estudar são as bacias sedimentares. Como o próprio nome sugere, essas estruturas são composições rochosas formadas a partir da deposição de sedimentos de rochas ao longo das eras. Este é o tipo de estrutura geológica mais encontrado em todo o mundo, ocupando cerca de 70% de toda a área de nosso planeta. As bacias sedimentares normalmente são ricas em recursos minerais, tais como o carvão mineral e até mesmo o petróleo!

No Brasil, as bacias sedimentares ocupam 64% do nosso território. Além disso, são classificadas conforme a era de sua formação, mas não é necessário decorar todos os seus nomes. Alguns exemplos são: a Bacia Sedimentar de Campos, Bacia Sedimentar do Paraná e Bacia Sedimentar da Amazônia.

Dobramentos modernos

Os dobramentos modernos, que também são denominados cadeias orogênicas, são as estruturas geológicas consideradas mais recentes. Essas estruturas são formadas principalmente em virtude do choque de placas tectônicas. São estruturas que apresentam grandes dimensões, sendo típicas de grandes cadeias de montanhas da Terra, como: a Cordilheira do Himalaia, situada na Ásia e a Cordilheira dos Andes, na América do Sul.

Como você deve ter observado no mapa, este tipo de estrutura geológica não existe no Brasil! Isso se deve ao fato do Brasil estar situado no meio de uma placa tectônica, de modo que não esteja sujeito diretamente aos resultados do impacto entre as placas.

Sendo assim, estudamos sobre este importante conceito de geografia! Além disso, podemos aprender sobre as estruturas que formam o Brasil, além de entender quais as principais características de cada estrutura geológica, muito importantes para a realização do Enem!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *