Estudando os Diferentes Tipos de Carvão

Em nossa postagem de hoje vamos falar de um recurso muito importante e utilizado de diferentes maneiras, que é o carvão. Como você já deve saber, existem diferentes tipos de carvão, e cada um destes tipos apresenta uma finalidade diferente. Desta maneira, o nosso objetivo de hoje é apresentar quais são os diferentes tipos de carvão, explicando também sobre a sua utilização e como cada tipo de carvão é encontrado.

Como mencionamos acima, são quatro tipos diferentes de carvão. Vamos falar sobre cada um deles a seguir.

Carvão mineral

O carvão mineral, também denominado carvão natural, é o carvão obtido através da fossilização da madeira ao longo dos anos, sob efeito da temperatura, micro-organismos e pressão. Ainda existem quatro diferentes tipos de carvão mineral, que são classificados de acordo com o teor de carbono presente no carvão, que é influenciado pela idade geológica do fóssil, pela profundidade das jazidas, pela umidade e pelo calor específico. Os diferentes tipos de carvão mineral são:

  • Turfa: apresenta os menores percentuais de carbono, cujos valores estão em torno de 60%
  • Linhito: apresenta percentual de carbono em torno de 70% em suas jazidas
  • Hulha: possui cerca de 80% de carbono em sua composição química
  • Antracito: é o tipo de carvão mineral que apresenta o maior percentual de carbono em sua composição, atingindo cerca de 98% de carvão!

O carvão mineral presente no território brasileiro não possui boa qualidade, e também não apresenta grandes volumes em suas reservas, sendo necessária a importação de carvão mineral dos grandes produtores.

Carvão vegetal

O carvão vegetal é a fração sólida proveniente da destilação seca da madeira. Este composto, o qual é, entre os tipos de carvão, o mais conhecido pela população, utilizado em churrasqueiras e outras finalidades, surge como alternativa ao carvão mineral. Além de ser mais barato, o carvão vegetal pode ser renovado, o que não acontece com o mineral, uma vez que se trata de um combustível fóssil. Como principal dificuldade para a utilização do carvão vegetal é citado o seu poder calorífico, o qual é muito menor que o poder calorífico do carvão mineral. Quando falamos em poder calorífico menor, devemos entender que o carvão vegetal libera menos energia durante a sua queima, quando comparado ao mineral.

Carvão Animal

Muito menos conhecido que os outros tipos de carvão, temos o carvão animal. Este tipo de carvão é obtido através da destilação seca de ossos de animais. O carvão animal é caracterizado pela grande quantidade de impurezas, pela elevada densidade e também grande porosidade. Suas principais aplicações estão relacionadas com a recuperação de solventes, com a pigmentação de misturas e com o refino de petróleo, sendo utilizado na produção de parafinas.

Negro de fumo

O negro de fumo, ou fuligem, é um carvão em pó, obtido através das combustões incompletas de metano e também de acetileno. Entre os tipos de carvão citados no texto, este é o de maior pureza, apresentando até 99% de carbono em sua composição. O negro de fumo é utilizado para a fabricação de tintas, pneus, e eletrodos, além de funcionar como um adsorvente.

Desta maneira, estudamos nesta postagem sobre os diferentes tipos de carvão. Este assunto, costuma ser bastante exigido nas provas do Enem, pois pode relacionar as questões de geografia e química, formando as conhecidas questões interdisciplinares!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *