Entenda as diferenças dos porquês

Há uma série de palavras na Língua Portuguesa que causam confusão na hora da escrita. Uma delas é o porquê e suas derivações. Para não se confundir ao escrever a Redação ou ao responder as questões de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias do Enem, entenda agora as diferentes funções dessas palavras.

  • Por que: Preposição por + pronome interrogativo que. Tem função de pergunta e equivale a Por qual razão? Por qual motivo?
  • Por quê: Deve ser empregado somente no fim da oração, tendo o mesmo significado de por que.
  • Porque: Conjunção utilizada para explicar ou mostrar a causa de algo citado anteriormente. Equivale a pois, já que.
  • Porquê: Substantivo masculino. Equivale a: o motivo, a razão, a causa.

Para ilustrar melhor, fizemos até um vídeo explicando cada caso:

Agora, para fixar melhor o uso correto dessas palavras, veja a charge abaixo criada pelo ilustrador catarinense Alexandre Beck. Analise e relacione cada frase com sua respectiva explicação dada acima.

Imagem: Reprodução / Mundo Texto

Imagem: Reprodução / Mundo Texto

Ficou mais claro?

Veja que as primeiras frases são, respectivamente, uma pergunta (por que) e uma resposta (porque). Em seguida, a personagem realiza outra pergunta, só que dessa vez, com o por quê no final da frase, o que faz com a palavra receba acento circunflexo. Por último, porquê é utilizado como substantivo; observe que poderia ser substituído, sem perda de sentido, por: “O motivo eu não sei!”.

Agora você que você já conhece as diferenças de uso dos “porquês” basta ficar atento a questões que abordam o assunto para não perder pontos preciosos.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *