Emescam Recua e Adia Uso do Enem no Vestibular de Medicina 2017

Após anunciar a adesão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como parte do seu Vestibular de Medicina 2017 (veja aqui), no início da semana passada, a Emescam – Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória – recuou e informou que irá adiar o uso do exame já neste próximo processo seletivo.

O comunicado foi realizado na última sexta-feira (16). A nota, publicada no site oficial da instituição, explica que a decisão do uso do Enem foi adiada devido ao anúncio ter sido feito somente na metade final do ano letivo, o que prejudicaria, pelo menos em teoria, os estudantes que não contavam com a adesão ao exame:

(…) a decisão foi fundamentada na valorização dos vestibulandos que dedicam tempo de estudo apenas para o vestibular da Emescam.

Vale mencionar que, além da justificativa “oficial” do Emescam, certamente outro fator também colaborou para a retomada do modelo antigo de seleção. Após confirmar oficialmente a adoção ao exame nacional, estudantes do terceiro ano do ensino médio e cursinhos pré-vestibulares da capital organizaram protestos em frente a Escola.

Dessa forma, o Vestibular de 2017 volta ao modelo que traz questões de todas as disciplinas tradicionais do ensino médio. Com a mudança proposta pelo aproveitamento do Enem, a prova institucional do Emescam traria apenas questões das disciplinas específicas ao curso de Medicina (química e biologia), ficando o restante das matérias contempladas pelas provas do exame.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *