Ecologia no Enem – Conheça os Tipos de Poluição Ambiental

Já é sabido que um dos assuntos mais recorrentes nas últimas edições do Enem, quando se trata de Biologia, é a Ecologia. Entretanto, compreender seus conceitos e as relações entre os seres na natureza não basta. É necessário também saber como o homem interfere nessas relações e quais transformações estão sendo ou serão, no futuro, geradas por ele. A poluição, por exemplo, é uma das formas negativas de intervenção do homem na natureza, que pode levar a uma série de consequências.

Corriqueiramente, ouvimos falar sobre a poluição causada pelos automóveis, pelo descarte de lixo em locais inapropriados ou pela eliminação de gases pelas indústrias. Estes são casos de poluição, porém não são os únicos. Existem outros, também de extrema importância, que podem ser classificados como poluição do ar, da água e do solo, além das poluições sonora e visual. Vejamos detalhadamente cada um deles.

Poluição do Ar ou Poluição atmosférica

É causada pela liberação de gases como monóxido de carbono, ozônio, dióxido de nitrogênio e dióxido de enxofre, ou ainda por partículas, líquidas ou sólidas, por veículos, indústrias ou por qualquer pessoa, sendo responsável por uma série de doenças respiratórias e cardiovasculares. Além disso, este tipo de poluição também pode ser causado por substâncias provenientes do meio natural, como cinzas de vulcões ou poeira.

Poluição da Água

A água poluída, diferente da contaminada (veja aqui), é gerada pelo descarte de resíduos em rios, córregos e/ou nascentes. Este tipo de poluição é o que mais causa doenças no mundo, responsável pela morte de milhares de pessoas diariamente, além de afetar toda a fauna e a flora. As principais formas de contaminação ocorrem por meio do lançamento de resíduos tóxicos, provenientes de indústrias, da agricultura (agrotóxicos) ou até mesmo de residências, como o esgoto; de materiais com temperatura diferente da água, que afeta o equilíbrio do ecossistema e, portanto, a sobrevivência; de nutrientes em excesso, o que é conhecido como eutrofização; ou de substâncias radioativas.

Poluição do Solo

É causada pelo lançamento de resíduos que afetam a sua produtividade, seja por torná-lo infértil ou impróprio para produção devido à contaminação. Esta poluição é causada pelo descarte de materiais líquidos, como agrotóxicos, chorume, detergentes, resíduos industriais ou sólidos, como lixo doméstico por exemplo.

Este tipo de poluição, assim como os citados anteriormente, prejudica intensamente a fauna e a flora, afetando, primeiramente os seres que vivem no próprio solo e os vegetais situados nele e, posteriormente, toda a cadeia alimentar. Devido principalmente a este tipo de poluição é necessário entender a importância do descarte de resíduos em espaços adequados ao invés dos imensos lixões que existem atualmente. Para o descarte correto, é necessário fazer um tratamento do solo para receber os materiais sem prejudicar qualquer forma de vida e nem a terra em si, o que é feito nos aterros sanitários.

É importante ressaltar que todas as formas de poluição implicam em complicações a longa distância e não só no local onde ocorrem. A poluição do ar, por exemplo, afeta a camada de ozônio, causando efeitos no mundo todo. A poluição da água, por sua vez, interfere num córrego que leva a um rio que chega ao oceano, afetando, portanto, todo este percurso. E a poluição do solo também prejudica a água presente em corpos d’água próximos e no lençol freático, causando portanto, o mesmo efeito da anterior.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *