Conhecendo os Blocos Econômicos – UNASUL

Aqui no Portal infoEnem temos publicado artigos explicando os diversos blocos econômicos existentes entre as nações. Vamos lembrar que blocos econômicos são associações entre países que estabelecem relações entre si para se integrarem economicamente e socialmente. Eles podem ser classificados em Zona de Livre Comércio, União Aduaneira, Mercado Comum, União econômica e monetária e Zona de Preferência Tarifária. Cada um tem regras e medidas específicas entre os países integrantes. O bloco a ser estudado no artigo de hoje é a UNASUL.

A União das Nações Sul-Americanas foi criada em 2008 formalmente no Brasil e integra doze nações: Bolívia, Chile, Brasil, Argentina, Equador, Colômbia, Paraguai, Peru, Guiana, Suriname, Venezuela e Uruguai. México e Panamá participam do bloco como observadores.

O embrião do projeto teve início em 2004, em Cusco, no Peru, com o nome de Comunidade Sul-Americana de Nações. O nome foi mudado em 2007 para União de Nações Sul-Americanas. Então, em maio de 2008, em Brasília, ela é colocada no papel formalmente com o atual nome, tendo a sede no Equador. Este bloco une dois outros blocos de união aduaneira da região: o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a Comunidade Andina das Nações (CAN). Os líderes tem como base a estrutura da União Europeia, com a livre circulação de pessoas, medidas de facilidade em transações econômicas e comerciais, além da possibilidade de uma moeda única, que se chamaria pacha.

Dentro do bloco existem subdivisões, que são o Conselho de Chefes de Estado e de Governo, Conselhos de Ministro de Relações Exteriores, Delegados, Secretaria Geral, além de departamentos que cuidam de energia, saúde, transporte, defesa, ambiente, infraestrutura e educação. A presidência, que dá o nome de secretário-geral para quem está no cargo, é alternada em ordem alfabética das nações integrantes e tem duração de um ano. O atual secretário-geral é o ex-presidente colombiano Ernesto Samper.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *