Conheça e Entenda a Classificação dos Seres Vivos

O planeta Terra possui uma infinidade de seres vivos. Como eles são o objeto de estudo da Biologia, classificar, ordenar e, principalmente, nomear, faz-se necessário para facilitar a compreensão dos mais diversos organismos. Esse ramo da Biologia é chamado de SISTEMÁTICA. Os seres vivos são classificados conforme a espécie a que pertencem.

Mas, afinal, o que define uma espécie?

Uma espécie nada mais é do que um conjunto de seres vivos semelhantes que se reproduzem e geram descendentes férteis.

O botânico Lineu, em meados do século XVII, foi responsável pelas bases do sistema de classificação utilizado nos dias de hoje. Nomear os seres vivos faz parte da Taxonomia, a qual compõe a sistemática. A maior contribuição de Lineu foi o sistema binomial de classificação, em que cada espécie é nomeada cientificamente e em latim, língua da intelectualidade da época em que Lineu realizou seus estudos. Com base no sistema binomial, o nome científico é composto de dois termos, sendo que o primeiro possui obrigatoriamente letra maiúscula e designa o gênero no qual o organismo está inserido, já o segundo termo tem obrigatoriamente letra minúscula. O conjunto do primeiro mais segundo termos constitui o nome da espécie. É importante destacar também que tal nome deve ser destacado de algum modo. Em sistemas eletrônicos é comum destacá-lo em itálico. Porém, em caso de escritas à mão, deve-se grifar os dois componentes do nome separadamente.

Exemplo:
Homo sapiens (gênero: Homo, espécie: Homo sapiens)

Homo sapiens (caso não seja possível o uso do itálico)

Dos reinos à espécie

As infinitas espécies são separadas em grupos maiores, os gêneros, que pertencem a uma família, que pertence a uma ordem, que pertence a uma classe, que pertence a um filo que, por sua vez, pertence a um reino, grupo mais vasto e que engloba todos os outros. Existem também os domínios, não muito cobrados em vestibulares e que englobam os reinos.

Fonte: slide player – google imagens

Fonte: slide player – google imagens

Uma técnica empregada para a memorização da ordem dos grupos taxonômicos é o esquema ReFiCOFaGE, em que cada inicial maiúscula corresponde a um grupo. É muito simples. Re = Reino, Fi= Filo, C=Classe e assim por diante.

Os Cinco Grandes Reinos

Reino Animal (Metazoa)

Envolve os organismos eucariontes (seres cujas células apresentam carioteca), são pluricelulares e HETERÓTROFOS (não produzem o próprio alimento, dependendo de outros seres vivos para a nutrição).

Reino Vegetal (Metaphyta ou Plantae)

É o reino das plantas. Cuidado, as algas NÃO pertencem a esse reino. Os seres do reino vegetal são eucariontes, pluricelulares e AUTÓTROFOS (produzem o próprio alimento). As células das plantas apresentam parede celular que possui celulose.

Reino Fungi

Trata-se do reino dos fungos, como cogumelo, orelha-de-pau, leveduras etc. São eucariontes e podem ser unicelulares ou pluricelulares. São HETERÓTROFOS e suas células têm parede celular que possui quitina.

Reino Protista (Protoctista)

Consiste no reino mais heterogêneo, englobando uma grande variedade de seres, com destaque para os protozoários e algas. Protozoários são unicelulares e heterótrofos, já as algas podem ser uni ou pluricelulares e são autótrofas. Algas e protozoários são eucariontes.

Reino Monera

É o reino que reune as bactérias e as arqueas. Bactérias e arqueas são seres microscópicos, unicelulares e procariontes (suas células não têm carioteca). Podem ser autótrofas ou heterótrofas. Bactérias apresentam parede celular de peptidoglicano (polímero constituído de carboidratos e aminoácidos), enquanto as arqueas não possuem essa substância em suas paredes celulares.

Domínio

Grupo taxonômico mais amplo e que envolve os reinos. Existem três domínios: Eukarya, Archea e Bacteria.

O domínio Eukarya contém todos os eucariontes, assim, engloba os reinos Animal, Vegetal, Fungi e Protista.

Os procariontes são divididos em dois domínios:

  • Bacteria: são as bactérias, possuem parede com peptidoglicano.
  • Archea: são as arqueas, sua parede celular não tem peptidoglicano.

Resumindo: Domínios > Reinos > Filos > Classes > Ordens > Famílias > Gêneros > Espécies.

É isso, nos vemos na próxima!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *