Conheça as Diferenças Entre Soro e Vacina

Recentemente, vimos uma grande campanha de vacinação contra a febre amarela. Assim como esta, outras doenças já foram motivo de mobilizações a fim de evitar as epidemias. Mas do que é composta uma vacina? Como ela pode prevenir as doenças? E qual a diferença entre vacina e soro? É sobre estas questões que falaremos neste artigo.

Vacina – Imunização Ativa

Para se defender de corpos estranhos, denominados antígenos, nosso organismo deve produzir anticorpos, glicoproteínas responsáveis pela defesa do corpo humano. Entretanto, para produzir estes anticorpos, o organismo necessita de um estímulo e este é dado por antígenos mortos ou enfraquecidos que compõem a vacina. Tais antígenos não são fortes o suficiente para causar a doença, mas estimulam o organismo a se defender.

Desta maneira, se o antígeno entrar em contato com o organismo novamente, o sistema imunológico já estará preparado para defendê-lo. Denominada imunização ativa, a vacina pode ser utilizada para prevenir doenças como febre amarela, poliomielite, tétano, caxumba, gripe, tuberculose, sarampo, entre outras.

Soro – Imunização Passiva

Logo, a vacina é uma maneira de prevenir doenças. Entretanto, algumas vezes um indivíduo já foi atingido por uma determinada toxina e não há tempo suficiente de produzir anticorpos, como por exemplo depois da picada de uma cobra. Nestes casos, anticorpos já formados em outros organismos são aplicados, de modo que possam fazer uma rápida defesa. Este caso, denominado imunização passiva, é caracterizado pelo soro. A produção deste é feita por meio da aplicação do antígeno em um animal de grande porte, como um cavalo, o qual é capaz de criar anticorpos, que são extraídos e podem ser aplicados em outro organismo.

Podemos fazer então uma comparação, que já foi tema de diversas questões nos grandes vestibulares. A vacina é um meio de prevenção de doenças em que o próprio corpo produz anticorpos, enquanto o soro tem como objetivo curar a partir de anticorpos produzidos em outro organismo, mas ambos atuam em nosso sistema imunológico.

É importante ressaltar que para muitas doenças ainda não existe vacina, mas muitas pesquisas estão em andamento a fim de possibilitar a imunização e diminuir cada vez a mais a proliferação dessas patologias.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *