Conheça a Classificação dos Ácidos

Já vimos, em postagens anteriores, a classificação das diferentes funções inorgânicas, como ácidos, bases, sais e óxidos (você pode relembrar esta postagem clicando aqui!). O nosso objetivo de hoje é focar exclusivamente no grupo dos ácidos, apresentando a classificação dos ácidos segundo diferentes critérios importantes.

De acordo com a teoria da dissociação iônica, também apresentada na postagem acima, os ácidos são os compostos que sofrem ionização na água, liberando com isso íons H+. Além da sua definição, sabemos que os ácidos são empregados de diversas maneiras em nosso dia a dia, seja no ramo industrial ou até mesmo para finalidades pessoais.

Os ácidos, de maneira geral, apresentam uma série de propriedades características, que podem e serão utilizadas para a sua caracterização. Sendo assim, vamos apresentar a seguir a classificação dos ácidos conforme a sua volatilidade, segundo a sua estabilidade, conforme o grau de oxigenação, de acordo com o número de hidrogênios ionizáveis e também de acordo com a sua força.

Classificação dos ácidos de acordo com a sua volatilidade

A volatilidade é um critério interessante para a classificação dos ácidos, uma vez que mede a facilidade do ácido em passar para o estado gasoso. A volatilidade ainda pode ser vista como o quão baixo é o ponto de ebulição de cada ácido. Para isso, podemos classificar os ácidos de duas maneiras diferentes:

  • Voláteis: São os ácidos que possuem um baixo ponto de fusão, passando facilmente para o estado gasoso. Exemplo: Ácido clorídrico (HCl).
  • Fixos: São aqueles que não possuem facilidade em passar para o estado gasoso. Exemplo: Ácido sulfúrico (H2SO4).

Classificação segundo a estabilidade dos ácidos

Outro método de classificação dos ácidos muito utilizado é baseado na estabilidade destes compostos. Quando falamos em estabilidade de um componente, estamos tratando da decomposição destes ácidos, ou seja, a capacidade de se transformar em outro composto de forma de maneira espontânea. Realizamos esta classificação da seguinte maneira:

  • Estáveis: São os compostos que não sofrem decomposição a temperatura ambiente. Exemplo: Ácido clorídrico (HCl).
  • Instáveis: São os ácidos que sofrem decomposição a temperatura ambiente. Exemplo: Ácido carbônico (H2CO3).

Classificação conforme o grau de oxigenação

O grau de oxigenação de um componente é destinado a avaliar a presença ou não de oxigênio em sua estrutura molecular. Desta forma, podemos classificar os ácidos em:

  • Hidrácidos: Ácidos que não apresentam oxigênio em sua composição. Exemplo: Ácido cianídrico (HCN).
  • Oxiácidos: Ácidos que possuem oxigênio em sua estrutura molecular. Exemplo: Ácido fosfórico (H3PO4).

Classificação de acordo com o número de hidrogênios ionizáveis

Esta classificação dos ácidos avalia o número de hidrogênios que podem ser ionizados em solução aquosa. Podem ser classificados em:

  • Monoácido: Possuem apenas um hidrogênio ionizável. Exemplo: Ácido iodídrico (HI).
  • Diácido: Apresentam dois hidrogênios passíveis de ionização. Exemplo: Ácido sulfuroso (H2SO3).
  • Triácido: Possuem três hidrogênios que podem sofrer ionização. Exemplo: Ácido fosfórico (H3PO4).
  • Tetrácido: Possuem quatro hidrogênios ionizáveis. Exemplo: Ácido pirofosfórico (H4P2O7).

Classificação de acordo com a força dos ácidos

Podemos ainda realizar a classificação dos ácidos utilizando a sua força como parâmetro. Para isso, podemos classifica-los em:

  • Fortes: Ácidos com alta ionização. Exemplo: Ácido clorídrico (HCl).
  • Moderados: Ácidos com ionização razoável. Exemplo: Ácido fluorídrico (HF).
  • Fracos: Ácidos com baixa ionização. Exemplo: Ácido cianídrico (HCN).

Estudamos então a classificação dos ácidos com base em diferentes critérios. Entender os conceitos relacionado a sua classificação é importante, uma vez que este assunto costuma ser abordado em questões de química para o Enem!

 

 

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *