Compreendendo e Estudando o Sistema Capitalista

Capitalismo é o nome que se dá ao modo de produção desenvolvido a partir do mundo europeu durante o Renascimento Comercial e Urbano dos séculos XIII e XIV, na Baixa Idade Média.

Pequenos comerciantes e artesãos buscavam sua sobrevivência através do lucro e do acúmulo de riquezas. Eram os burgueses, pois vivam em pequenas cidades chamadas burgos. Este é o embrião do sistema capitalista, a busca pelo lucro, acumulação de riquezas e apropriação dos meios de produção.

O capitalismo comercial ou pré-capitalismo estendeu-se do século XVI ao XVIII. Os comerciantes e a nobreza estavam à procura de ouro, prata, especiarias e matérias-primas não encontradas em solo europeu. Iniciaram-se as Grandes Navegações e Expansões Marítimas Europeias.

No século XVIII, a Revolução Industrial, iniciada na Inglaterra, fortaleceu o sistema capitalista e solidificou suas raízes na Europa e em outras regiões do mundo, modificando o sistema de produção, pois colocou a máquina para fazer o trabalho dos artesãos.

No século XIX, as populações da Ásia e da África foram dominadas à força e tiveram suas matérias-primas e riquezas exploradas pelos europeus, dentro de um contexto conhecido como neocolonialismo. Nessa fase, o Estado não intervinha na economia, que passava a funcionar unicamente pelas regras de mercado.

A fase do capitalismo monopolista financeiro iniciou-se no século XX, onde o sistema bancário, as grandes incorporações financeiras e o mercado globalizado são as molas mestras do desenvolvimento. Podemos dizer que este período está em pleno funcionamento nos dias de hoje.

Podemos identificar, então, de forma generalizada, algumas características das sociedades capitalistas:

  • Predomínio das propriedades privadas ou particulares dos meios de produção, que permitem a geração de riquezas, como as terras, as fábricas, as propriedades urbanas, as instituições financeiras e outras;
  • O trabalho é assalariado. Paga-se uma remuneração inferior à riqueza gerada por ele. Para Karl Marx, a base de todo sistema capitalista é a exploração da mão de obra para acumulação de riquezas. Podemos caracterizar a sociedade capitalista, grosso modo, em burgueses que são donos dos meios de produção e o proletariado, que vende sua força de trabalho por um salário;
  • A economia é regida pelas leis de mercado, como a lei da oferta e da procura e pela livre iniciativa. Os objetos negociados precisam ser úteis à sociedade. Utilizam-se, para isso, as estratégias de vendas, publicidade e propaganda sobre os produtos e serviços.

Até breve!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Comentários

Samuel Alencar

“Para Karl Marx, a base de todo sistema capitalista é a exploração da mão de obra para acumulação de riquezas. Podemos caracterizar a sociedade capitalista, grosso modo, em burgueses que são donos dos meios de produção e o proletariado, que vende sua força de trabalho por um salário”.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *