Como Organizar o Tempo na Redação do Enem?

Na semana passada vimos que o conceito “gostar de ler” é um pouquinho mais extenso do que muita gente acredita, além de conferirmos algumas dicas de como analisar e expandir a própria leitura (veja o artigo aqui). Hoje a dica vai ser um pouco mais específica: uma sugestão de como organizar seu tempo pra poder produzir uma ótima redação no Enem!

Primeiro Passo: Calcule seu Tempo

Você vai precisar conhecer seu ritmo e quanto tempo leva pra fazer toda a prova antes de poder calcular a redação separadamente. Para isso, é interessante buscar alguns simulados e fazê-los em condições de prova: sem interrupções nem distrações (deixe o celular em modo avião, nem pense em checar o Whats durante a simulação, hein? Se fizer isso no dia da prova você corre o risco de ser desclassificado, já que nada pode ficar em cima da mesa com você, exceto caneta preta, documento e comida – pelo menos isso, né?). Você pode inclusive praticar com os simulados online do infoEnem, basta fazer sua inscrição.

Lembre-se de que no ano de 2018 a prova foi realizada em dois domingos (4 e 11 de novembro) e teve duração de 5h30min no primeiro e de 5h no segundo dia. A redação foi aplicada no primeiro domingo de prova (No dia com mais tempo! GRAÇAS A DEUS!), então vamos considerar a partir daqui que teremos cinco horas e meia para a realização da prova, incluindo a redação.

Simulado feito? Tempo para responder às questões calculado? Então agora é só considerar o tempo que restou como sendo o que terá para fazer a redação! Uma sugestão confortável de intervalo para a escrita da redação é de 1h30min. No mínimo 1h, o que já será um pouquinho corrido. Caso não tenha alcançado essa “sobra”, você pode começar a desenvolver estratégias de tempo também para responder às questões, seja fazendo as mais fáceis para você primeiro e deixando as mais difíceis para depois, ou vice-versa, o que achar que te renderá mais em menos tempo (e você aí achando que eu só ia dar boas dicas pra redação, hein?)!

Estratégias para o treino

Com o tempo para responder às questões calculado e a “sobra” conhecida, é hora de aplicar isso já no seu treino, que honestamente não vai variar muito do modo como fará a redação oficial (sem interrupções nem distrações também). A única diferença talvez seja a pesquisa sobre o tema que pode e DEVE fazer antes de começar a produzir, já que estar bem informado sobre o assunto que vai escrever é essencial pra construir bons argumentos (podemos falar mais sobre isso em um próximo artigo)!

Depois de compreender o assunto, é hora de colocar a mão na massa! A redação do Enem tem um espaço disponibilizado de 30 linhas para seu texto (aproximadamente 350 palavras no nosso curso de redação). É uma boa se manter nesse molde desde o começo dos treinos. Uma folha de caderno tem o mesmo número de linhas, então é ótima pra fazer seu rascunho e por que não a versão final? Eu disse rascunho? Yep! Não dá pra pular essa parte. JAMAIS! É o momento em que você pode fazer tudo o quão bagunçado quiser, olha que delícia! Depois dá pra ajustar tudo na versão final e organizar seus parágrafos e argumentos direitinho (mais alguns assuntos pra tratarmos mais pra frente). Depois, é só levar para seu professor de redação ou enviar para algum curso de redação no qual esteja inscrito (aliás, temos um aqui no site, viu? Euzinha estou lá e posso te dar uma mão ao longo do ano com esse treino todo! #momentojabá). Caso esteja treinando sozinho, você pode levar pra algum amigo ou familiar que curta ler! Eles podem te ajudar a encontrar algum erro gramatical ou algum trecho que não compreenderam, o que vai fazer com que perceba pontos a serem ajustados na sua argumentação e já dará um boost significativo nas suas produções!

Estratégias para o dia de prova

Agora é pra valer! Chegou o dia de prova e você já sabe quanto tempo leva em média para responder às questões porque fez simulados, conseguiu se adaptar ao tempo de “sobra” necessário para redação e fez várias ao longo do ano, construiu uma estrutura de argumentação forte, tudo lindo! É hora de colocar todo esse treino em prática. Na verdade, no treino você simulou quase que exatamente as condições de prova, então é uma ótima seguir um processo parecido, o que vai te deixar mais confortável pra produzir. O único passo que não dá para seguir aqui é a pesquisa sobre o assunto (droga!). Maaaaas, podemos colocar outro passo no lugar dele! O que acha de começar a prova, assim que o fiscal autorizar o início, procurando pela proposta de redação e já dar uma lida nela? Dessa forma, você passará pelas questões com a proposta em mente e algumas delas podem até trazer raciocínios à tona que te levarão a construir argumentos para a redação (mas nem sonhe em copiar, hein? Partes da proposta e das questões copiadas na sua redação são quase que desconsideradas e derrubam horrores a sua nota!). Você pode até lembrar de argumentos e conhecimentos para inserir em sua produção ao longo da prova, independentemente das questões, pelo simples fato de ter todo esse tempo para trabalhar a proposta no background, e sem atrapalhar o restante da prova! Vá anotando tudo o que lembrar, que tal? Bagunçado mesmo, já que ainda não é hora de organizar a argumentação toda, nem de fazer o rascunho. Depois de feitas as questões, hora de fazer o rascunho, ir ao banheiro pra dar uma respirada (sério, isso é bom – inclusive nos treinos ao longo do ano!), voltar, checar se você realmente conseguiu colocar tudo o que queria/precisava dizer naquele texto, se seguiu todas as exigências com atenção (PELOAMORDEDEUS leia as instruções de redação e não me vá zerar por distração, hein?) e passar a limpo!

DEPOISÉSÓENTREGARESAIRCORRENDODAQUELASALAPORQUEAGENTESABEQUEVOCÊNÃOAGUENTAMAISESÓQUERPASSARLOGONUMAUNIVERSIDADEPÚBLICA!

O que acharam? Pensam em adotar alguma dessas estratégias? Acham que alguma pode ser adaptada às suas necessidades específicas? Contem pra gente nos comentários se vocês já treinam para a redação e questões, se pensam em começar e como estavam pensando em fazer isso ao longo desse ano! Até a semana que vem!

 


*Vanessa Christine Ramos Reck é graduada em Letras na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e fluente em mais três idiomas: Inglês, Espanhol e Francês. Além disso, é corretora do Curso Online do infoEnem. Seus artigos serão publicados todas as quintas, não perca.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *