infoenem

Com o início do Horário de Verão, este domingo tem uma hora “a menos”, mas nossa questão vai passar ao largo da polêmica sobre economia de energia ou sobre adaptação do ritmo biológico. Trataremos da concordância nas expressões que aparecem no título. Nesse caso específico, o do título, não ocorre ao leitor nenhuma estranheza (exceto […]

Neste artigo vamos abordar, de uma só vez uma questão de concordância e outra de regência, que aparecem (ou deveriam aparecer) entrelaçadas na vida cotidiana. Vejamos esta música (já velhinha) do Rei (antonomásia para Roberto Carlos, relembre nesta matéria): (…) Por isso eu digo: Obrigado Senhor pelas estrelas Obrigado Senhor pelo sorriso (…) Obrigado Senhor […]

“Domingo nós fumo num samba no Bixiga Na rua Major, na casa do Nicola À mezza notte o’clock Saiu uma baita duma briga Era só pizza que avuava junto com as braciola (…)” (In https://www.vagalume.com.br/adoniran-barbosa/um-samba-no-bexiga.html ) Domingo é dia de macarronada, certo? E também de pizza (amanhecida, que sobrou do sábado à noite) e de braciola (brachola ou bife a rolê). Mas só depois da chegada dos imigrantes italianos ao Brasil. Com eles veio também uma infinidade de contribuições. A influência cultural […]

Fui e voltei da capital no mesmo dia. Situação corriqueira essa descrita nessa frase, não é mesmo? Mas a frase não está correta de acordo com a Gramática. Em situações informais de comunicação, em que o objetivo é que as mensagens sejam entendidas pelos receptores, a frase não apresentaria problemas, porém, quando a norma culta […]

Esta semana fui à inauguração de um centro cultural criado no espaço de um antigo cinema de minha cidade1. O proprietário original, velho amigo de meu pai, era uma pessoa ‘sui generis’ – sonhador, criativo, empreendedor. E tinha um bordão: “Formidável! ” Segundo seus netos, responsáveis pelo resgate do sonho do sr. Vasco, tudo para […]

Muitas vezes ouvimos dos professores de redação que não é adequado repetir os termos no texto, mas o que podemos fazer para que isso não aconteça? Vejamos estas duas canções: Cidade maravilhosa Cheia de encantos mil Cidade maravilhosa Coração do meu Brasil (…) In https://www.vagalume.com.br/marchinhas-de-carnaval/cidade-maravilhosa.html O Rio de Janeiro continua lindo O Rio de Janeiro […]

Depois de ler os jornais nos últimos dias, veio-me à lembrança uma música que tem muito a ver (sim… ‘a ver’ é desse jeitinho, separado!) com a situação noticiada, a extinção da reserva na Amazônia: Um índio descerá de uma estrela colorida, brilhante De uma estrela que virá numa velocidade estonteante E pousará no coração do hemisfério sul Na América, num claro instante Depois de exterminada a última nação indígena E o espírito dos pássaros das fontes de água límpida Mais avançado que a mais avançada das mais avançadas das tecnologias Virá impávido que nem Muhammad Ali Virá que eu vi, apaixonadamente como Peri Virá que eu vi, tranquilo e infalível como Bruce Lee Virá que eu vi, o axé do afoxé Filhos de Gandhi Virá(…)” https://www.vagalume.com.br/doces-barbaros/um-indio.html Essa canção foi gravada por um […]

Maria avisa a Antônio: “Eu e José vamos à festa no seu carro.” E está feita a confusão!!! De quem é o carro, afinal? A frase de Maria sofre de um problema frequente: ambiguidade. De acordo com Caldas Aulete, ambiguidade é: Característica do que é ambíguo, do que apresenta vários sentidos Falta de clareza Dúvida […]

Às vezes há, às vezes não há alternativa, mas não há ‘outra alternativa’! O pleonasmo, ou redundância, apresenta duas facetas: há o chamado pleonasmo literário, aquele em que o autor opta por fazer um reforço estilístico de uma ideia. É o que fazem Alvarenga e Ranchinho, nesta hilária história de amor: Romance de Uma Caveira […]

Página 1 de 11