Apostilas Enem 2017 do infoEnem Serão Lançadas Amanhã

Está chegando! Desde o encerramento do Enem 2016 trabalhamos duro para atualizar o melhor material preparatório para as provas. E o resultado você poderá conferir nesta terça-feira (07), dia do lançamento oficial das Apostilas Enem 2017 do infoEnem.

O kit conta com 4 apostilas, referentes as grandes áreas objetivas do exame, que trazem todas as questões do Enem 2011 em diante para você resolver e depois estudar pelas explicações e comentários feitos pelos nossos professores.

Cada apostila contêm uma média aproximada de 140 páginas, entre enunciados, gabaritos e resoluções, lembrando que quem estudar pelo material do infoEnem terá em mãos um acervo com mais de 1.000 questões do Enem.

O material estará disponível na versão digital, em pdf e enviado por e-mail, e também na versão impressa, com envio via correio. Vale mencionar que a edição impressa será limitada a apenas alguns lotes, ficando disponível para compra até o esgotamento dos kits a pronta entrega. Portanto, quem tiver interesse nessa versão deve ser rápido na aquisição.

No final da tarde de amanhã o artigo promocional do lançamento das apostilas, incluindo toda descrição do material, os preços e as opções para compra, já estará disponível na página inicial do infoEnem. Além disso, quem está cadastrado em nossa lista de e-mails receberá, entre 17h e 19h, a promoção das apostilas por e-mail.

Como havíamos prometido, hoje trazemos mais um exemplo de questão e apresentamos mais um professor. Confira a seguir um item da prova de Ciências da Natureza do Enem 2016, que tratou do assunto biologia celular e foi resolvido pela profa Annelize Zambon (Unicamp).

Note como ela não se limita a apenas resolver e elucidar a questão, como também faz uma revisão geral sobre as organelas celulares. Aproveite e não se esqueça de garantir seu kit amanhã, dia 7 de fevereiro, aqui no infoEnem.

Enem 2016 – Caderno Azul – Questão 56

As proteínas de uma célula eucariótica possuem peptídeos sinais, que são sequências de aminoácidos responsáveis pelo seu endereçamento para as diferentes organelas, de acordo com suas funções. Um pesquisador desenvolveu uma nanopartícula capaz de carregar proteínas para dentro de tipos celulares específicos. Agora ele quer saber se uma nanopartícula carregada com uma proteína bloqueadora do ciclo de Krebs in vitro é capaz de exercer sua atividade em uma célula cancerosa, podendo cortar o aporte energético e destruir essas células.

Ao escolher essa proteína bloqueadora para carregar as nanopartículas, o pesquisador deve levar em conta um peptídeo sinal de endereçamento para qual organela?

a) Núcleo.
b) Mitocôndria.
c) Peroxissomo.
d) Complexo golgiense.
e) Retículo endoplasmático.

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

As proteínas são macromoléculas responsáveis pelas mais variadas funções na célula. Têm sua atuação no transporte de outras macromoléculas para o interior e para o exterior celular. Algumas são responsáveis por diferentes vias de sinalização e sua regulação. Apresentam atividade enzimática, auxiliam no enovelamento de outras proteínas, atuam formando o arcabouço proteico (função estrutural) e também como parte do sistema imune (anticorpos) entre tantas outras funções essenciais. Dessa maneira, fica fácil perceber que as proteínas são indispensáveis para a manutenção do equilíbrio celular.

Uma proteína enovelada é aquela cadeia polipeptídica organizada de modo que desempenhe sua determinada função no organismo. A organização das proteínas ocorre a partir de uma sequência primária de resíduos de aminoácidos, que adquirem uma conformação estrutural local (geralmente folhas-beta ou hélices-alfa) e que em um grau maior de organização adquirem uma estrutura terciária (monômeros) ou ainda quaternária (mais de um monômero). Essa cadeia polipeptídica é formada em organelas chamadas ribossomos, que nos eucariotos podem estar livres no citoplasma ou associados ao retículo endoplasmático, formando o que chamamos de retículo endoplasmático rugoso (RER).

As diferenças entre as células dos organismos eucariotos, das células dos procariotos, são caracterizadas principalmente pela presença de um núcleo organizado e compartimentalizado e pela presença de organelas membranosas. As organelas membranosas são aquelas que se apresentam delimitadas por bicamadas lipídicas, sendo elas: mitocôndria, cloroplasto (somente em algas verdes e plantas), complexo golgiense, retículo endoplasmático, peroxissomos, endossomos e lisossomos.

Para responder adequadamente à questão é necessário conhecer a função básica de cada uma dessas organelas, pois a resposta correta deve estar relacionada com produção de energia para a célula, então vamos lá!

  • Núcleo: compartimento separado do citoplasma pela carioteca. Nele é encontrada a informação genética das células, ou seja, todo o DNA, que está organizado por proteínas (histonas) na estrutura que conhecemos como cromatina.
  • Mitocôndria: esta organela é responsável pelo aporte de energia para a célula. Apresenta uma membrana externa, uma interna e uma matriz onde ocorre a respiração celular aeróbica, gerando ATP (energia) para a célula.
  • Peroxissomo: são pequenas vesículas capazes de degradar o peróxido de hidrogênio, substância tóxica para a célula. A enzima responsável pela conversão de H2O2 em H2O é a catalase.
  • Complexo golgiense: dentre suas funções estão a modificação pós-traducional de algumas proteínas (glicosilação, fosforilação e/ou metilação) e o transporte proteico para o exterior celular através de vesículas que caminham pela rede cis-trans dessa organela.
  • Retículo endoplasmático: justaposto ao núcleo, quando associado aos ribossomos, sua função é a produção de proteínas (RER) e quando livre de ribossomos é chamado de retículo endoplasmático liso (REL), com função de modificações pós-traducionais e endereçamento.
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *