Análise de Tema de Redação – ENEM 2003

Olá, leitores do InfoEnem!

Hoje, analisaremos o tema da redação do ENEM 2003 que foi “A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?”, um tema ainda, infelizmente, muito atual que envolve todos os segmentos da sociedade e, assim, vários aspectos sociais, principalmente quando falamos sobre as possíveis causas da violência e também sobre as possíveis soluções para este problema, as quais a equipe elaboradora da prova, já no tema, através do questionamento, requer do candidato. Vejam que trata-se da violência brasileira, portanto, abordar casos de violência em outros países ou no mundo em geral foge ao tema.

A proposta aparecia do seguinte modo, no ENEM 2003:

Para desenvolver o tema da redação, observe o quadro e leia os textos apresentados a seguir:

Entender a violência, entre outras coisas, como fruto de nossa horrenda desigualdade social, não nos leva a desculpar os criminosos, mas poderia ajudar a decidir que tipo de investimentos o Estado deve fazer para enfrentar o problema: incrementar violência por meio da repressão ou tomar medidas para sanear alguns problemas sociais gravíssimos?

(Maria Rita Kehl. Folha de S. Paulo)

Ao expor as pessoas a constantes ataques à sua integridade física e moral, a violência começa a gerar expectativas, a fornecer padrões de respostas. Episódios truculentos e situações-limite passam a ser imaginados e repetidos com o fim de legitimar a idéia de que só a força resolve conflitos. A violência torna-se um item obrigatório na visão de mundo que nos é transmitida. O problema, então, é entender como chegamos a esse ponto. Penso que a questão crucial, no momento, não é a de saber o que deu origem ao jogo da violência, mas a de saber como parar um jogo que a maioria, coagida ou não, começa a querer continuar jogando.

(Adaptado de Jurandir Costa. O medo social.)

Considerando a leitura do quadro e dos textos, redija um texto dissertativo-argumentativo sobre o tema: A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?

Instruções:

  • Ao desenvolver o tema proposto, procure utilizar os conhecimentos adquiridos e as reflexões feitas ao longo de sua formação. Selecione, organize e relacione argumentos, fatos e opiniões para defender seu ponto de vista, elaborando propostas para a solução do problema discutido em seu texto. Suas propostas devem demonstrar respeito aos direitos humanos.
  • Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da modalidade escrita culta da língua portuguesa.
  • O texto não deve ser escrito em forma de poema (versos) ou de narrativa.
  • O texto deverá ter no mínimo 15 (quinze) linhas escritas.
  • A redação deverá ser apresentada a tinta e desenvolvida na folha própria.
  • O rascunho poderá ser feito na última folha deste Caderno.

 

 O primeiro texto da coletânea é um infográfico extraído da revista Época em junho de 2003, isto é, mais ou menos na metade do ano, como os ENEMs anteriores e, por isso, acreditamos que a prova de redação do ENEM 2013 já está fechada, mas ao infográfico, este mostra dados sobre a violência brasileira e para aproveitá-los da melhor maneira possível, conhecimentos estatísticos e matemáticos, além de saber ler adequadamente um infográfico, são essenciais.

O primeiro dado do infográfico expressa o dobro dos gastos do governo brasileiro com segurança: em 1997, gastou-se R$ 54 bilhões em reais; já em 2002, R$ 102 bilhões de reais. Não há menção sobre como e onde esse dinheiro foi gasto (se em construção de presídios, se em implementação de sistemas de segurança, se com as polícias etc), mas podemos refletir sobre o porque que gasta-se tanto com segurança no Brasil e a primeira resposta que vem à mente é porque há muita violência no país, por isso um gasto gigantesco e os demais dados do infográfico revelam que este montante poderia ser utilizado, por exemplo, para investir cinco vezes mais em educação, quatro vezes mais na saúde e é 56 vezes mais o que o governo pretendia, naquele ano, investir no programa Fome Zero e 46 vezes mais o que os brasileiros gastam com livros e é igual ao patrimônio líquido de todo país.

Através destes números, pode-se pensar: se o governo investisse mais em educação, saúde, alimentação, acesso à cultura, saneamento básico, moradia dentre outras coisas, a violência diminuiria porque também diminuiria a desigualdade social que assola o nosso país deste que foi colonizado pelos portugueses? Esta reflexão nos leva aos demais textos da coletânea. O segundo texto, de Kehl, cita a desigualdade social como uma das causas da violência no Brasil e afirma que ter isso em mente ajudaria o Estado a decidir melhor onde e como investir para enfrentar este problema, sem desculpar o criminoso: a repressão ou o saneamento dos problemas sociais.

Ao afirmar isto, a autora coloca duas opções que podem ser aceitas ou não, ou aceita apenas uma, pelo candidato na proposta de intervenção social que, por sua vez, deve respeitar os direitos humanos e este ponto é essencial, pois qualquer proposta de solução que os fira, será zerada e aqui deve-se tomar cuidado e não escrever sob forte emoção, já que é um tema delicado, pois todos nós ou já sofremos algum tipo de violência ou conhecemos alguém que já sofreu. Caso o candidato opte pela repressão, deve refletir sobre que tipo de repressão e como ela se daria; há repressão sem violência? Nem falamos da física, propriamente dita, mas a verbal, psicológica, social? Estes problemas sociais já não repreendem as pessoas? Como repreender reeducando? Isso é possível? São questionamentos que o candidato deve se fazer ao planejar o seu texto.

Caso o candidato opte por explorar o saneamento dos problemas sociais, deve propor uma maneira, a mais detalhada e específica possível, por meio de um projeto social, por exemplo, para resolver a questão da violência por este viés. É o que propõe o terceiro texto da coletânea textual do ENEM 2003: focar não na origem da violência no Brasil, mas sim na sua solução, já que, na opinião do autor, a própria sociedade está coagida, envolvida neste jogo e não vê outra alternativa a não ser responder com mais violência.

Devemos perceber, no momento da leitura da prova de redação do ENEM e de qualquer outro vestibular, exame ou concurso, que a banca elaboradora recorta, cria um viés temático e, no caso do ENEM 2003, o viés foca na causa e na solução da violência no Brasil: desigualdades sociais e saneamentos das mesmas, respectivamente e dentro deste viés é o mais adequado de se abordar o tema.

Qual o papel do Estado nesta questão? Qual o papel de nós, cidadãos comuns? O que cada um pode fazer para mudar as regras deste jogo? Podemos auxiliar o Estado de alguma forma? Violência é só quando somos assaltados, roubados ou é também o que a parcela mais pobre da população passa? Como a escola pode atuar na vida de jovens que vão para o crime? São mais perguntas pertinentes para este tema.

Na próxima semana, analisaremos o tema do ENEM 2004: “Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação?” A prova pode ser obtida através do link http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/provas/2004/2004_amarela.pdf.

 
*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada em Letras/Português pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP – Atua na área de Educação exercendo funções relativas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação na 1ª fase e de Língua Portuguesa na 2ª fase do vestibular 2013 da UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP. Participou de avaliações e produções de diversos materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação.

**Camila também é colunista semanal sobre redação do infoEnem. Um orgulho para nosso portal e um presente para nossos leitores! Suas publicações serão sempre às quintas-feiras, não percam!

Veja mais artigos da professora Camila

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




2 Comentários

Jhady Hariane

Tema excelente.

Responder

FICA TRANS

> eu aCHO Q TEMO Q JOGA BOLA E PARA DE FAZE TEXTO GURIZADA

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *