Análise de Tema de Redação – ENEM 1998

Como o ENEM 2013 está chegando, já que será realizado nos dias 26 e 27 de outubro, está na hora de investir nas revisões de todas as disciplinas, inclusive a redação, e um dos melhores modos de se fazer isto é resolver as provas anteriores do exame, desde a primeira, a do ano de 1998. Obviamente, esta prova é bem diferente das mais recentes, mas é importante refazer o ENEM desde o seu início até para entender melhor suas mudanças; é bom lembrar que ele nasceu com o objetivo de avaliar o desempenho dos formandos do Ensino Médio brasileiro como política pública e, posteriormente, veio a questão dos pontos adicionais nos vestibulares, o ProUni e a substituição dos exames das universidades federais pelo ENEM.

Para ajudá-los nesta revisão, revisaremos todas as quinze propostas de redação do ENEM, desde a de 1998 até a última, a de 2012. A partir de hoje e pelas próximas quintas-feiras, escreveremos sobre uma proposta de redação do ENEM abordando a coletânea de textos motivadores, o tema, o enunciado e refletindo sobre como cada uma poderia ser desenvolvida pelo candidato a fim de auxiliar o raciocínio acerca da escrita de uma prova de redação. Claro que poderão surgir divergências de pensamento entre o que escreveremos e o que algum leitor pense e os comentários podem ser um bom espaço para uma discussão sadia sobre o tema.

Portanto, começaremos com a proposta de redação de 1998 cujo tema era “Viver e Aprender” e a proposta aparecia já na primeira página da prova e deste modo:

O Que É O Que É
(…)
Viver e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar e cantar e cantar
A beleza de ser um eterno aprendiz
Eu sei que a vida devia ser bem melhor
E será
Mas isso não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita
(…)
Luiz Gonzaga Jr. (Gonzaguinha)

Redija um texto dissertativo, sobre o tema “Viver e Aprender”, no qual você exponha suas ideias de forma clara, coerente e em conformidade com a norma culta da língua, sem se remeter a nehuma expressão do texto motivador “O Que É O Que É”.

Dê um título à sua redação, que deverá ser apresentada a tinta e desenvolvida na folha anexa ao Cartão-Resposta. Você poderá utilizar a última página deste Caderno de Questões para rascunho.

Extraído de http://www.curso-objetivo.br/vestibular/resolucao_comentada/enem/1998/ENEM1998_prova.pdf em 17/07/2013.

Podemos ver que a primeira diferença está na coletânea textual que, nesta proposta, está bem menor do que as mais recentes, pois há apenas um texto, mas este já é chamado, pela banca elaboradora, de texto motivador, isto é, desde sua concepção, o ENEM objetiva que o candidato motive-se por meio da leitura do texto motivador, que este possa lhe trazer inspiração e ideias e não que o candidato apoie-se, apenas e exclusivamente, nele, como é ressaltado pela afirmação “sem se remeter a nenhuma expressão do texto motivador “O Que É O Que É”.

O ENEM, assim, demonstra que quer ler textos autorais, ou seja, textos não alicerçados no texto motivador, apenas inspirado e, portanto, o candidato deve ampliar seu pensamento no momento de escrever. O trecho da bela e clássica canção de Gonzaguinha pode levar a dois caminhos de reflexão: como o tema é “Viver e Aprender”, a música tem tudo a ver com ele, pois cita “a beleza de ser um eterno aprendiz”, sem vergonha de ser feliz, apesar que a vida deveria ser bem melhor e com esperança de ela melhorar. Assim, o texto motivador dá margem para suas abordagens:

  • otimista, ressaltando a beleza da vida, a beleza de e do viver e a esperança de que tudo irá melhorar; que o eterno aprendiz vê nas dificuldades obstáculos a serem transpostos, superados, quebrados e que ensinam algo às pessoas como, por exemplo, a importância da persistência, da paciência e de se fazer tudo com felicidade, cantando;
  • pessimista ou realista, ressaltando mais as dificuldades impostas pela vida, mas não como aprendizado, mas sim como limites difíceis de serem ultrapassados.

A segunda abordagem é mais complexa de ser realizada, pois a canção dá mais abertura para a primeira, mas ela também é possível. Portanto, o ENEM 1998 requeria do candidato uma reflexão sobre a relação entre a vida e os aprendizados que temos ao longo dela e como podemos lidar com isso, já que tudo é questão de ponto de vista e o ponto de vista do texto motivador é otimista. Como podemos tirar o melhor proveito das adversidades? Como podemos viver plenamente apesar de tantas dificuldades? Como ser esperançoso e otimista? são questões que podem nortear a escrita desta proposta de redação.

Partindo para o enunciado, este menciona um texto dissertativo no qual ideias devem ser expostas; não há menção a ordem do argumentar, apenas do dissertar, do expor, o que é diferente dos exames mais atuais, que pedem textos dissertativos-argumentativos, sobre os quais já escrevemos acerca das suas diferenças. Assim, nesta proposta de 1998, a opinião, a argumentação não era, de acordo com o enunciado, fator intrínseco, mas obviamente que o candidato poderia opinar em relação a seu ponto de vista e não apenas dissertar.

Já desde o seu início, e não poderia ser de outro modo, o ENEM requer um texto claro e coerente, como qualquer outro exame, com qualquer que seja a proposta de redação, e de acordo com a norma culta da Língua Portuguesa; aqui, sem nenhuma novidade.

Concluindo, podemos ver que a primeira proposta de redação do ENEM era bem simples, com um tema até que bem abrangente, diferente das atuais que trouxeram temas mais restritos; isso mostra uma evolução ao longo dos anos das propostas, o que é bastante interessante e importante de se ressaltar.

Na próxima semana, escreveremos sobre a redação do ENEM 1999: “Cidadania e Participação Social”. Bons estudos!

 

*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada em Letras/Português pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP – Atua na área de Educação exercendo funções relativas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação na 1ª fase e de Língua Portuguesa na 2ª fase do vestibular 2013 da UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP. Participou de avaliações e produções de diversos materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação.

**Camila também é colunista semanal sobre redação do infoEnem. Um orgulho para nosso portal e um presente para nossos leitores! Suas publicações serão sempre às quintas-feiras, não percam!

Veja mais artigos da professora Camila

Compartilhar

4 Comentários

clediane

preciso d material sobre redação

Responder

Marcos de araujo

Muito

Responder

fabiana

como faço para ter acesso a minha nota do enem 1998 1999

Responder

InfoEnem

Olá Fabiana!
Acesse este link (http://sistemasenem.inep.gov.br/EnemResultado/) e preencha os campos em branco com seus dados.
Grato pelo contato e visita!
Matheus Andrietta

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *