Inscrições para o Vestibular UFPA 2014 estão abertas

Por InfoEnem

Na sexta-feira passada, dia 4 de outubro, a UFPA (Universidade Federal do Pará) deu início ao período de inscrições de seu processo seletivo com entrada no primeiro semestre de 2014. O prazo segue aberto até o dia 25 de outubro e a taxa, no valor de R$ 20, deve ser paga até o dia 29 do mesmo mês, lembrando que estão isentos os candidatos que cursaram todas as séries do ensino médio em escola pública, mediante comprovação desta condição.

O pretendente a uma vaga na instituição deve acessar o site do CEPS (Centro de Processos Seletivos da UFPA), assinalar a opção ¨inscrição e acompanhamento¨ e preencher o formulário online.

Nesta edição 100 % das vagas disponibilizadas pela UFPA serão preenchidas através do desempenho dos candidatos no Enem 2013, porém de 2 formas diferentes. Vejamos:

1. 80% das vagas serão ocupadas pelo Enem via vestibular tradicional, que será a única fase do concurso e cujo prazos e valores de inscrição foram citados acima;

2. 20% das vagas serão destinadas para concorrência via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ambiente virtual do Ministério da Educação que possui edital e prazos próprios e que também utiliza as notas do Exame Nacional do Ensino Médio como critério único para seleção dos estudantes.

Vale esclarecer aqui que os candidatos poderão concorrer a uma vaga na UFPA das duas formas, tanto pelo Enem/Processo Seletivo quanto pelo Enem/Sisu. E, como a própria instituição esclarece em sua página na internet:

¨Aos alunos que concluíram todo o ensino médio nos Estados do Pará, Amapá, Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia e Tocantins, será concedido um bônus de 10% para a concorrência às vagas da UFPA.¨

Ao todo serão ofertadas 5.411 vagas em Belém e nos campi do interior. Se considerarmos também o Processo Seletivo Especial (PSE), o qual seleciona estudantes de origem indígena, remanescentes de quilombos e candidatos para os cursos de Etnodesenvolvimento, a universidade disponibiliza 7.804 vagas distribuídas em 156 cursos.

Quanto o sistema de cotas, a Federal do Pará destina 50% das vagas de cada curso para estudantes de escolas públicas. Dentro desse grupo, cerca de 15% são destinadas a alunos autodeclarados negros ou pardos e 8% para aqueles que possuem renda familiar de até 1,5 salário mínimo. Além disso, 5 vagas a mais podem ser criadas, sendo 2 para estudantes indígenas, 2 para estudantes quilombolas e 1 para Pessoas com Deficiência (PcD). Tanto no vestibular quanto no Sisu, o interesse pela concorrência no sistema de cotas deve ser informado no ato da inscrição.

Segundo boletim divulgado pela UFPA por volta das 18 h de ontem, até o momento mais de 47 mil candidatos já se inscreveram no vestibular da instituição.

Para mais informações, acesse o Edital do PS 2014.

10 Comentarios

Simplicio Franciele says:

Gostaria de saber se alguma universidade Federal voi realizar vestibular para quem não fezno enem.

Reply

Simplicio zaqueu trindade gomes says:

infelizmente nao e possivel.Franciele porque o enem é um portal para as universidades

Reply

Simplicio Maria da Conceição de Paula says:

Eu busco local que possa mi enformar os acontecimentos no decorre do tempo real de desenvolvimento no Enem
para esto é preciso existir um sites com informações ja aderidas para consultas anexadas.

Reply

Simplicio michelangella santos lopes says:

quais as areas estao abertas?

Reply

Simplicio zaqueu trindade gomes says:

qual lugar voce quer saber ?

Reply

Simplicio Maria da Conceição de Paula says:

Nas publicações recentes esta escrito que estão abertas as inscrições para o Enem só que não estou vendo onde;
como faço para me inscrever ?

Reply

Simplicio jardeilson lopes says:

poque não tem nenhum curso disponivel para marabá?

Reply

Simplicio hendrix says:

eu nao fiz o enem 2013 mais quero fazer a prova da ufpa, posso me escrever para disputar uma vaga para um curso de farmácia .

Reply

Simplicio Anna paula Sacramento says:

e tambem gostaria de saber quias sao os cursos dados pela universidade ufpa?

Reply

Simplicio João Batista Ferreira das Chagas says:

Fico perplexo com a capacidade de alguns candidatos se pronunciarem em seus textos, não tendo o devido cuidado
de observar a concordância tanto nominal quanto verbal.
É lamentável!

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>